[LIVRO] Sonho Febril

Sonho Febril
Autor: George R.R. Martin
Editora: Leya
Páginas: 363
Onde comprar: Amazon | Submarino 
Quando o falido capitão Abner Marsh recebe uma proposta de sociedade do rico e sinistro aristocrata Joshua York, ele até chega a desconfiar que algo está errado. Mas nada que a possibilidade de receber milhares de dólares em ouro e construir o barco dos seus sonhos não o possa fazer mudar de ideia.
Assim surge o Fevre Dream, o maior e mais potente barco de todo o Mississippi. Uma embarcação magnífica que, ao navegar pelo rio, vai deixando pelo caminho uma coleção de histórias sombrias. Movido pela força do vapor, o sonho do capitão pode se transformar no maior pesadelo da humanidade.


  A história desse livro se passa na época em que as embarcações eram a principal forma de transporte, tanto de pessoas como de mercadorias, ao longo do rio MIssissippi. Suas águas turvas e margens enlameadas carregam o peso do escravagismo, da violência e da opressão entre 1857 e 1870, período em que nossos personagens flutuam em busca de seus sonhos (ou pesadelos).
 
  Quando se fala em George R.R. Martin, a primeira coisa que vem à nossa cabeça são As Crônicas de Gelo e Fogo, e com razão. A consagrada série de livros que originou a série da HBO Game of Thrones é uma obra-prima com uma legião de fãs pelo mundo, mas poucos sabem que o velhinho barbudo também criou um maravilhoso universo de vampiros!
 
  Quando a história de York é contada, descobrimos que ele sempre viveu torturado por sua sede de sangue e, desesperado, após anos de pesquisa e testes, conseguiu criar uma bebida capaz de aplacar essa sede e impedir a morte de tantos humanos inocentes. Josh planeja apresentar sua bebida ao máximo de vampiros que conseguir, e essa é a verdadeira razão pela qual quis um barco e a sociedade com Marsh.
Frevre Dream by Zachary Feore
  Como de costume, Martin nos presenteia com personagens muito cativantes, daqueles que você ama mesmo odiando. Personagens profundos e atormentados por seus próprios fantasmas, perambulando por um mundo tão cruel quanto eles mesmos, tentando encontrar alguma beleza no terror que os cerca. York por exemplo, mesmo sendo um "vampiro bom" que criou uma bebida capaz de inibir a sede de sangue e busca um futuro de paz, transforma-se num animal implacável se não estiver alimentado. 
 Então, vindos do sul, sua raça chegou ao nosso mundo. O povo do dia, tão parecido conosco e, no entanto, tão diferentes. Vocês eram fracos. Matávamos vocês com facilidade, e isso nos dava alegria, pois víamos beleza em vocês, e meu povo sempre foi atraído pela beleza. - pág. 166 -
  O vilão, por sua vez, é um dos personagens mais macabros já criados pelo autor (acho que está pau a pau com Ramsay Bolton). Damon Julian é um assassino inescrupuloso cujo maior prazer é deleitar-se em carnificinas sangrentas junto com um grupo de vampiros liderados por ele. Damon está disposto a qualquer coisa para espalhar o horror entre os seres humanos e impedir Joshua de levar adiante seus planos pacifistas. Espere por muita violência e sangue costurados magistralmente numa narrativa lenta, muito descritiva e envolvente.

  Eu, que estou acostumada com Anne Rice e a sensualidade presente em seu universo vampírico, me surpreendi (no bom sentido) com a mitologia criada por Martin. Em Sonho Febril, não existe "beijo das trevas". Os vampiros acasalam e geram novos vampiros, que nascem como seres humanos comuns, se desenvolvem no ventre de suas mães e vêm ao mundo como qualquer outro bebê... exceto pelo fato de matarem suas mães na hora do nascimento. Vivem uma vida normal até que, após alguns anos, passam a sentir a "sede vermelha", que os consome pelo resto de suas vidas.
 
  Há muito tempo não lia um livro sobre vampiros tão cativante, tão original e brutal ao mesmo tempo. Fiquei fascinada pelos personagens e toda ambientação criada por Martin. Em alguns momentos, pude sentir como se estivesse navegando com eles pelo Mississippi, contemplando o crepúsculo antes da noite cair e a escuridão envolver tudo ao nosso redor.
 
  Com capítulos curtos e uma escrita instigante, Sonho Febril é uma leitura rápida que recomendo a todas(os) que são fãs de vampiros e, com certeza, vai deixar um gostinho de "quero mais"!
E em sua face e sobrancelhas
Suaves, calmas e eloquentes
Risos afloram, tons cintilam,
Falam de dias de bondade
De uma mente em paz e altaneira
De um peito de amor inocente!
(trecho de poema de Byron, pág 137) 

0 comentários:

Deixe seu comentário