Sobre Medos e Mudanças


  Quando criança, eu adorava brincar numa penteadeira que minha mãe tinha no quarto. Era grande, espelhada e continha inúmeros tesouros: brincos, anéis, pulseiras, perfumes e uma coleção de gnomos feitos de resina. Nessa penteadeira já fui atriz de novela, princesa, mulher de negócios, repórter, fiz caras e bocas e criei teatros com os gnominhos... Enfim, tudo que a imaginação da menina de 8 anos quisesse.

[FOTOGRAFIA] Grafites

 Olá, leitores! Como vão? Fazia tempo que não postava nada na seção Fotografia, então hoje resolvi compartilhar algumas fotinhos com vocês. A foto que ilustra esse post (e que não foi tirada por mim) é de um grafite do Banksy, artista que eu gosto muito e que sempre traz críticas político-sociais em suas intervenções, bem como um humor ácido e muito sarcasmo. A obra acima ("Se grafite mudasse alguma coisa, seria ilegal") é uma sátira ao modo como o grafite é tratado pelo governo (geralmente apagado) e por uma parcela da sociedade e, em tempos de João Dória e muros pintados de cinza em São Paulo, nada mais verdadeiro.
  As fotos foram tiradas há alguns anos no Centro Esportivo Jardim São Paulo, um centro municipal que oferece mais de 20 modalidades esportivas e oficinas para a população.
Vem ver cada grafite lindo!

[LIVRO] Sal

Sal
Autora: Letícia Wierzchowski
Editora: Intrínseca
Páginas: 239
Onde comprar: AmazonSubmarino
Um farol enlouquecido deixa desamparados os homens do mar que circulam em torno da pequena e isolada ilha de La Duiva, expondo-os, todas as noites, às ameaças dos rochedos traiçoeiros. Sob sua luz vacilante, Cecília, matriarca da família Godoy, reconstitui as cicatrizes do passado com linhas e agulhas. Em dolorosa solidão, ela tece uma interminável tapeçaria em que entrelaça as sinas de Ivan, seu marido, e de seus filhos ausentes, elegendo uma cor para cada um. Muitas gerações da família de origem espanhola zelaram pelo farol, naquela ilhota perdida do sul. Ivan e Cecília têm seis filhos, que povoam a ilha com seus talentos misteriosos.

[FILME] O Lado Bom da Vida

O Lado Bom da Vida (Silver Linings Playbook)
2013 - EUA
Direção: David O. Russel
Comédia dramática
Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. 
Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

[LIVRO] Auggie & Eu: Três Histórias Extraordinárias

Auggie & Eu: Três Histórias Extraordinárias
Autora: R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 326
Onde comprar: AmazonSubmarino
A história de Auggie Pullman ganha agora novas perspectivas: Julian, Christopher e Charlotte, personagens da vida de Auggie, narram nos três contos reunidos no livro Auggie & Eu seus encontros e desencontros com o amigo extraordinário.
O capítulo do Julian dá voz a um personagem controverso: o menino que liderava o bullying contra Auggie na escola. Enfim temos a oportunidade de entender o que o levou a agir dessa forma e o que Julian pensa das próprias ações. Em Plutão, o narrador é Christopher, o primeiro amigo de Auggie. Os dois meninos compartilham lembranças da infância e, apesar de terem se distanciado, aprendem que boas amizades sempre valerão um esforcinho a mais. Shingaling mostra Auggie pelos olhos de Charlotte, a única menina entre as três crianças escolhidas para apresentar a Auggie sua nova escola. Com ela entramos no universo das garotas e vemos como a chegada de Auggie afetou as relações entre elas.
 

[LIVRO] Sonho Febril

Sonho Febril
Autor: George R.R. Martin
Editora: Leya
Páginas: 363
Onde comprar: Amazon | Submarino 
Quando o falido capitão Abner Marsh recebe uma proposta de sociedade do rico e sinistro aristocrata Joshua York, ele até chega a desconfiar que algo está errado. Mas nada que a possibilidade de receber milhares de dólares em ouro e construir o barco dos seus sonhos não o possa fazer mudar de ideia.
Assim surge o Fevre Dream, o maior e mais potente barco de todo o Mississippi. Uma embarcação magnífica que, ao navegar pelo rio, vai deixando pelo caminho uma coleção de histórias sombrias. Movido pela força do vapor, o sonho do capitão pode se transformar no maior pesadelo da humanidade.

[TAG] Complete a Frase

baseadoemlivros.com.br
Guirlanda by Freepik

  Olá, pessoal! A Mirelle Almeida, do blog Eu Sou Um Pouco de Cada Livro Que Li me indicou para responder essa tag há séculos (desculpe pela demora, Mi). Gostei da proposta pois permite que eu mostre um pouco mais de mim para aqueles que lêem o blog. Vamos às respostas?!

Retrospectiva 2016 (antes tarde do que nunca)


Demorou, mas finalmente fiz um balanço de tudo que li em 2016 e, pra falar a verdade, fiquei bastante frustrada... Gostaria de ter conseguido ler muito mais livros e resenhado pelo menos metade dos que li. Não tenho muita perspectiva de aumentar esses números em 2017, pois é ano de TCC, mas antes ler pouco do que não ler nada! :)

[CINEMA] Lançamentos 2017

Que 2017 está cheio de lançamentos super aguardados no cinema, isso todo mundo já sabe. Como são muuuuitos, resolvi selecionar aqui alguns dos meus preferidos. Mas não se preocupem, no final da lista eu deixo um link com o calendário completo pra nenhum filme ficar de fora.

[LIVRO] O Duque e Eu

O Duque e Eu - Série Os Bridgertons #1
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 281
Onde comprar: Amazon | Submarino 
Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas.
Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível.

É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a vêem como uma boa amiga.
A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.

Ler ou Não Bukowski?

  Nos últimos dias, estive lendo Crônica de um amor louco - Ereções, ejaculações e exibicionismos - Parte I, de Charles Bukowski. São várias histórias que retratam perfeitamente o universo que permeia a obra do velho safado: bebedeiras, ressaca, mulheres, hotéis baratos e bares decadentes. 
  Quem não conhece pode até se assustar, mas fato é que a obra de Bukowski, em sua grande parte, é suja, explícita, visceral. Seus personagens não são nem um pouco glamourosos; fazem parte da classe trabalhadora, com todos os seus vícios e preconceitos, assim como o próprio autor (que além de escrever fazia trabalhos braçais pra poder sobreviver). 
  Apesar disso, Buk tem um lado lírico e muito sensível também. Acho sua poesia o máximo e sou uma grande fã de sua obra há muito tempo. Me identifico com seu lado pessimista, marginal e escrachado. Com sua despreocupação ao escrever, sem importar-se muito com regras estruturais. Bukowski era livre.

[LIVRO] Entrevista com o Vampiro


Entrevista com o Vampiro
Autora: Anne Rice
Editora: Rocco
Páginas: 334
Onde comprar: AmazonSubmarino  
 Entrevista com o Vampiro, o já clássico livro de Anne Rice, traça o painel de um mundo habitado por seres para quem paixões dilacerantes, mecanismos cruéis de dependência e banhos de sangue são a regra, nunca a exceção. O romance de Anne Rice encontrou em Clarice Lispector uma tradutora à altura. Intérprete sensível, Clarice é uma razão a mais para ler essa narrativa vampiresca em que a fantasia está solta, mas a realidade espreita por trás do gótico, do terror e do rasgadamente romântico.