[QUADRINHO] O Fantasma de Anya


capa do livro
O Fantasma de Anya
Autora: Vera Brosgol
Editora: Jangada
Páginas: 223
Onde comprar: Amazon
A vida de Anya dá uma guinada quando ela cai num buraco na floresta e encontra o fantasma de uma garota morta há muito tempo, Emily. Por ter sido privada da vida de uma adolescente normal - e com uma personalidade parecida com a da Murta que Geme -, Emily é um fantasma ressentido. Quando consegue seguir Anya até em casa, procura maneiras de ser útil e convencer Anya a deixá-la ficar. E Anya começa a desfrutar dos benefícios de uma amiga invisível, que pode ajudá-la a viver no mundo às vezes complicado de uma escola secundária. Naturalmente, os problemas não tardam a surgir. E, como dá para adivinhar, o resultado dessa amizade pode causar situações desastrosas e assustadoras...


  Comprei esse livro por acaso, buscando algo diferente e envolvente para minha filha, na verdade. Ela leu antes de mim e - erro meu - não fazia ideia de como a abordagem da história era tão avançada para a idade dela. Não que contenha conteúdos impróprios ou coisa do tipo mas, a despeito de ser em quadrinhos, o livro tem uma profundidade que algumas crianças de 8 anos podem não entender. Mesmo assim, ela amou!

O Fantasma de Anya Anya é descendente de russos e vive nos Estados Unidos com a mãe e o irmão. Está cursando o ensino médio e passa por diversas dificuldades pelo fato de ser estrangeira. Me identifiquei imediatamente com a garota pois sempre fui "a estranha" da sala, tímida e mudando frequentemente de escola. Além disso, Anya enfrenta desafios comuns à adolescência: se acha gorda (mesmo não sendo), tem vergonha das inúmeras recomendações da mãe, fuma escondido com a melhor amiga e é apaixonada pelo garoto mais bonito e descolado do colégio (que namora com a popular líder de torcida).

 Um dia, irritada com os problemas do dia-a-dia, Anya entra em um parque e acaba caindo num buraco profundo. Assustada e sozinha, vê a noite se aproximando enquanto aguarda que alguém a encontre e, nesse meio tempo, descobre um esqueleto e uma fantasma que habita o local, Emily. Após o desespero inicial, as duas garotas começam a conversar e Emily conta a comovente história de sua morte, até que um punk que perambulava pelo parque encontra Anya e resgata - as duas.
Não doía, mas não conseguia me mexer nem falar. Tive muita sede e depois morri. Mas não completamente, acho. - pág 23 -
  Anya e Emily acabam estabelecendo uma espécie de amizade, na qual a fantasma acompanha a garota ao colégio (escondida na bolsa), ajuda-a com o dever, na escolha das roupas e tudo mais. De certa forma, Emily vive, através de Anya, a adolescência perdida com sua morte prematura. Tudo parece ir muito bem, até que Emily começa a se comportar de maneira agressiva, forçando Anya a fazer coisas que não sente vontade e incentivando-a a tentar um relacionamento com o garoto bonito da escola, mesmo após ambas descobrirem que o cara é um tremendo babaca.

O Fantasma de Anya Anya decide investigar as circunstâncias da morte de sua colega sobrenatural e descobre coisas perturbadoras sobre ela. Emily não é tão boazinha e inocente como aparenta, porém, não será nada fácil conseguir se desvencilhar de sua perseguição e muitos problemas acontecem a partir dessa descoberta. No início da amizade entre as garotas, é até bonitinho ver a forma como elas se relacionam e o deslumbre de Emily com o "mundo dos vivos", mas depois que ela mostra sua verdadeira natureza, torna-se bastante apavorante! 

 Este é um livro fácil, rápido de ser lido. Suas ilustrações são bem simples, tanto na forma quanto na cor, mas nem por isso deixam de ser belíssimas. A linguagem utilizada é descomplicada e muito gostosa. A edição está muito bem feita, as páginas tem um brilho fosco agradável para leitura e as folhas são robustas, com aquele cheirinho delicioso de livro novo. 

 Apesar de ser seu livro de estreia, Vera Brosgol já recebeu dois importantes prêmios pela obra: o prêmio Harvey de "Melhor Publicação Gráfica Original para Jovens" e o Prêmio Eisner de "Melhor Publicação Para Jovens Adultos", o que, por si só, já demonstra que vale MUITO a pena conhecer a história dessas duas garotas cativantes! Recomendo muito esse livro.


 
 E você? Gosta de quadrinhos? Conte aí nos comentários!
 Beijinhos e até a próxima.
 

10 comentários:

  1. Olá Fê,
    Adorei a premissa do quadrinho.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre essa 'espécie de amizade' e gostaria muito de ler.
    A autora, mesmo nova, já garantiu bons prêmios, isso me impulsiona ainda mais.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Bruna. Tenho certeza que irá amar!
      Beijão.

      Excluir
  2. Eu adorei as ilustrações!! Como você disse, simples mas bem feitas. Não consigo imaginar a natureza apavorante de Emily ( principalmente com essa ilustração com cara de boa moça). Fiquei bastante curiosa.


    Bjss

    bibbibokkens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha... te digo que essa natureza é bem real e medonha, viu. Só lendo pra saber! Hahahaha
      Beijocas.

      Excluir
  3. Oi :D
    Ah, que delícia, já quero ler!
    A ilustração e cores são lindas hein *-*


    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São lindas mesmo, né? Também adorei.
      Beijinhos.

      Excluir
  4. Eu lia muito os quadrinhos da Turma da Mônica quando era bem pequena, mas com o tempo me afastei deles, porém continuo gostando muito. Adorei demais esse livro, as ilustrações, a premissa (já vai pra lista, haha). Suas resenhas são ótimas!
    Beijão <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lê! Seus escritos também são maravilhosos.
      Eu praticamente aprendi a ler com os gibis da Turma da Mônica e ainda nutro um carinho super especial por eles. Tenho dezenas em casa, pois minha filha também adora!
      Se tiver oportunidade, leia esse livro. É ótimo!
      Beijão.

      Excluir
  5. Amei as ilustrações do livro (sou apaixonada por tons roxos) e amei mais ainda a premissa da história. <3

    Abraço,
    omundodemis.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Mis. Como sugeri pra Lê, se tiver chance, leia o livro. Acho que vai gostar.
      Beijos!

      Excluir