[LIVRO] Era Uma Vez no Outono

Era Uma Vez no Outono (série As Quatro Estações do Amor #2)
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 283
Classificação: 4/5
Onde comprar: Submarino | Amazon  

   "A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa.
            Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar. Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?"

*PODE CONTER SPOILERS DO 1º VOLUME DA SÉRIE*
 Neste livro, temos de volta as quatro Flores Secas do primeiro volume da série: Evie Jenner, Annabelle Peyton e as irmãs Lillian e Daisy Bowman seguindo com o plano de conseguir se casarem com membros da aristocracia londrina. Após o sucesso da empreitada com Annabelle, que se casou não com um aristocrata mas sim com um rico industrial, é a vez de Lillian encontrar o partido ideal. A oportunidade perfeita parece surgir de um convite para uma festa que duraria aproximadamente um mês em Stony Cross Park, propriedade do arrogante lorde Westcliff.

 Quem leu o primeiro volume da série (e a sinopse aí em cima, dã) sabe que Lillian e Marcus não se suportam, brigam feito cão e gato. A natureza severa de Westcliff vai totalmente de encontro à irreverência e falta de modos das irmãs Bowman, principalmente Lillian, que é a mais atrevida e não se deixa intimidar por títulos. O encontro inevitável entre eles provoca faíscas e muita discussão e, no meio disso tudo, um inesperado sentimento de paixão temperado com muita relutância de ambas as partes.
 Lillian era direta demais, certa demais de que aquilo que dizia era interessante e valia a pena ser ouvido. Ela não tentava fingir interesse pelas opiniões dos outros e parecia incapaz de demonstrar deferência para quem quer que fosse. - pág. 72 -
 Na minha opinião, alguns detalhes a respeito da aproximação entre Marcus e Lillian foram pouco plausíveis. No livro anterior, os dois mal se falam e não suportam nem se olhar. Fica claro que Marcus sente uma forte atração pela garota e ela corresponde com uma espécie de curiosidade sobre o austero lorde mas em nenhum momento dão sinais de que pretendem algo. Aí, de uma hora para outra - e coincidentemente quando Lillian usa um perfume que promete deixar os homens à seus pés - Marcus resolve ser um cara agradável e desenvolve uma estranha obsessão por ela mas, mesmo assim, fica às voltas com a opinião da sociedade devido ao comportamento pouco convencional de Lillian (que é americana). Ora, já não soubemos pelo primeiro livro que ele, apesar de rígido, não liga muito para as frescuras da aristocracia? Então por que essa enrolação? Enfim... coisas do gênero, não é mesmo?

 Apesar de ser um tanto repetitivo em relação ao tema da série, a história é rápida e deliciosa, arrancando suspiros de leitoras(es) mais sonhadoras (como eu... ai, ai). Esse volume até o momento foi meu preferido por ser protagonizado pela minha Flor Seca favorita. Lillian não liga para convenções, é espontânea e conhece palavrões de fazer corar qualquer marinheiro. A diversão e o suspense do livro ficam por conta de dois personagens novos: o sedutor e notável devasso conhecido por todos por suas aventuras amorosas, duque de Kingston St. Vincent e a mãe de Marcus, condessa de Westcliff, uma velha encarquilhada que fará de tudo para que seu filho não se relacione com uma "desclassificada".
 O cheiro da pele masculina a inebriava a cada respiração. Lillian desejou se apertar contra Marcus até não restar nenhum espaço entre eles. De repente, pareceu que não poderia beijá-lo o suficiente, por tempo bastante. - pág. 236 -
 A escrita de Lysa Kleypas é simples e direta, uma leitura fácil, ótima para curar ressacas literárias de livros mais densos. Fora isso, os detalhes picantes e cenas repletas de erotismo, que não faltam nos escritos da autora, estão MUITO presentes, fazendo a alegria de quem curte um romance mais "quente". E o final... o final é totalmente surpreendente! Estou super curiosa sobre o próximo volume. Recomendo! 

  
 Leia aqui a resenha do primeiro livro da série: Segredos de Uma Noite de Verão.

 E você, também está lendo a série? O que está achando? Me conte aí nos comentários!

 Beijinhos e até mais.


 

4 comentários:

  1. Oi Fê, tudo bom? (:
    Nunca ouvir falar da autora e nem de nenhuma das suas obras, as quais particularmente não leria. O máximo dos meus romances é John Green, os quais gosto muito :D :D Já estou seguindo! Ah... te encontrei no Cbblogers, tá?

    http://www.16primaverasblog.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ingrid! Dê uma chance à Lisa, os livros dela são bem legais.
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi, Fê ;)
    Nunca li nenhum livro do gênero, tenho vontade apenas por esse motivo "nunca li e quero ler" kkk porém só de ver a sinopse já percebo que não curto muito... Durante a leitura da resenha o livro até que ficou parecendo mais interessante, a personagem principal pareceu bem legal, um dia ainda leio algum romance histórico, ainda não decidi por onde começar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também nunca fui muito de ler esses romances mais "bobinhos" mas tenho gostado bastante, viu. Gosto de conhecer gêneros e estilos diferentes dos que estou acostumada.
      Beijos, Vih!

      Excluir