[FILME] Pulp Fiction - Tempo de Violência

Pulp Fiction - Tempo de Violência
1995 - EUA
Direção: Quentin Tarantino <3
Policial, suspense

"O badalado diretor Quentin Tarantino juntou grandes astros para contar a história da vida de gângsteres, neste que é um filme ambicioso e provocante. Bruce Willis e os indicados ao Oscar em 1994, John Travolta (Melhor Ator) e Samuel L. Jackson (Melhor Ator Coadjuvante), fazem uma carreira de assassinos triviais no submundo do crime em Los Angeles, onde corajosos confrontos, diálogos rápidos e humor perverso fazem parte de um cotidiano violento. Indicado ao Oscar de Melhor Filme em 1994 e vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original em 1994, Pulp Fiction é um filme inventivo, aclamado pelo público e a crítica."


 

 Há tempos quero escrever sobre este, que é um dos meus filmes preferidos DA VIDA. Não sei se já comentei por aqui, mas sou fã de carteirinha de Quentin Tarantino - e não ligo nem um pouco para os que dizem que seus filmes são "mais do mesmo". Pulp Fiction é o segundo longa do diretor, fez um baita sucesso quando foi lançado, e não é pra menos! A trilha sonora é sensacional, as atuações são perfeitas... enfim, é foda falar de algo que gostamos muito, pois nos tornamos repetitivos, mas vou tentar.

 O filme é dividido em capítulos, em que três histórias são contadas, à principio sem nenhuma relação entre elas mas que no final se entrelaçam perfeitamente. Primeiro, somos apresentados a um casal de assaltantes - Pumpkin (Tim Roth) e Honey Bunny (Amanda Plummer) - que, no meio de um café da manhã, decidem passar a assaltar restaurantes, começando pelo que estão no momento. Parece besta mas Tarantino fez um início incrível, que é interrompido pelos créditos.
 
 A segunda história é sobre Vincent Vega (John Travolta) e Jules Winnfield (Samuel L. Jackson), assassinos de aluguel que trabalham para um implacável e inescrupuloso gângster, Marsellus Wallace (Ving Rhames). A cena que abre esse "conto" mostra Vincent e Jules assassinando friamente um grupo de rapazes que roubaram algo de Marsellus e tem a famosa cena da mala que reluz quando aberta - da qual até hoje não sabemos o conteúdo.

 Vincent é encarregado pelo chefe de "entreter" sua esposa, Mia Wallace (Uma Thurman), enquanto o mesmo está ausente e isso representa um enorme risco, visto que Mia é extremamente sedutora e envolvente e porra louca. Essa, sem dúvida, é minha parte preferida. A química entre Vincent e Mia é pungente e a cena dos dois dançando twist num bar estilo anos 50 me faz pirar cada vez que assisto! Uma merda muito grande acontece nesse episódio e Vincent quase se ferra GRANDÃO com o chefe...

 A terceira trama é sobre Butch (Bruce Willis), um pugilista decadente que é pago por Masellus para perder uma luta e *ALERTA DE SPOILER* ao invés de fazer isso, ganha a luta e, não contente, ainda mata o adversário, ficando muito encrencado com o gângster.

 Quem lê essa descrição pode pensar que o filme é raso, bobo até... mas não, não e não. Ele todo é repleto de ironia, diálogos intrigantes - e rápidos, se você se distrair um segundo, pode perder o fio da meada - e diversas referências ao mundo pop. É cheio de violência também, como o próprio nome já diz, mas aquela violência característica de Tarantino, onde você não sabe se fica chocado, se dá risada ou aplaude. A fotografia é maravilhosa, o filme passa tão rápido que nem percebemos e ficamos muito envolvidos com os personagens.

 Pra quem não sabe, em seus filmes Tarantino sempre cita marcas de produtos e locais criados por ele, que acabam se conectando, como se todos os personagens vivessem num mesmo universo. É assim com o bar Jack Rabbit Slim's, sobre o qual um comercial aparece em Cães de Aluguel, com o hambúrguer Big Kahuna, presente em Cães de Aluguel e Um Drink no Inferno e outras mais... Fatos como esse sustentam algumas teorias conspiratórias de que todos os filmes do diretor na verdade são partes de um único e grande filme. Vai saber...

 Se você ainda não viu Pulp Fiction, só tenho uma coisa a dizer: ASSISTA! Agora. O mais rápido possível. Você não pode perder essa obra prima dos anos 90! Está disponível no Netflix. Deixo aqui o trailer, pra vocês ficarem com um gostinho de "quero mais".

 Beijocas!



 

 

9 comentários:

  1. Amo filmes policiais, Fê! Por incrível que pareça ainda não assisti este, mas com certeza irei e te conto o que achei!

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Bella! Assista sem que você vai amar!
      Beijos.

      Excluir
  2. Tenho curiosidade de assistir mais pela fama do que pela história mesmo...

    Ei, tá rolando um mega sorteio em parceria com outros blogs. Confira e participe! *_*
    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história a princípio pode parecer bobinha, mas a fama tem razão de ser pois o filme é muito bom.
      Beijos.

      Excluir
  3. Assisti esse filme em uma noite de insônia e fiquei horas de boca aberta, sem saber o que dizer dessa maravilha de filme! <3

    Abraço,
    literarizei.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Netflix sempre nos surpreende, né? Eu já tinha visto há alguns anos mas quando vi que estava disponível por lá, dei pulinhos de alegria e assisti pela 1245455 vez! :)
      Beijos!

      Excluir
  4. Já tem um tempinho que estou de olho nesse filme, mas acredita que pensava que seria chato? Juro que nem imaginei que o filme fosse tão bom. Preciso assistir o quanto antes.
    Beijos, http://recolhendopalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é um pouco diferente do "usual" sabe... mas é ótimo, eu recomendo muito!
      Beijocas!

      Excluir
  5. This is great article I have never found in other blogger writer or setting up a blog page on wordpress. Thanks for sharing this good articles to all together. Regard: Brian.

    ResponderExcluir