[LIVRO] A Faca Sutil

A Faca Sutil (Trilogia Fronteiras do Universo #2) - Philip Pullman
Ed. Objetiva
300 páginas
Classificação 5/5

"Will tem apenas 12 anos e tudo começa quando, depois de matar um homem, ele parte para descobrir a verdade sobre o desaparecimento de seu pai. Num passe de mágica, atravessa o ar e penetra num mundo onde conhece uma estranha garota, Lyra, que, como ele, também tem uma missão a cumprir. Em Cittàgazze, onde os dois se encontram, as ruas são habitadas por espectros letais, devoradores de almas e outras criaturas aterradoras que disputam com todas as forças um poderoso talismã, capaz de cortar o nada e abrir brechas para outros universos - a faca sutil."





"Você acha que as coisas tem que ser possíveis? As coisas têm que ser verdadeiras!"
                                                                                (Will)

 Neste segundo volume da trilogia, somos apresentados a um novo personagem, Will. Um garoto cujo pai desapareceu misteriosamente numa expedição e que ficou responsável por cuidar da mãe, que sofre de problemas psiquiátricos. Quando Will percebe que os terrores pelos quais sua mãe é acometida podem ser reais, e não apenas consequência de uma doença, e homens estranhos passam a persegui-la atrás de cartas enviadas por seu pai, o garoto - após matar acidentalmente um desses homens - foge com o objetivo de descobrir o paradeiro do pai e, nesta fuga, encontra uma pequena janela transparente, uma fenda no tecido do universo que o leva à Cittàgazze, um lugar aparentemente tranquilo e belo. Lá encontra Lyra, que havia atravessado a passagem aberta por Lorde Asriel em sua busca pelo Pó.
O fato é que em relação a Will ela estava desenvolvendo outro sentido, como se ele simplesmente estivesse mais nítido do que qualquer outra pessoa que ela conhecia. Tudo nele era claro, próximo e imediato. 
 Lyra e Will tornam-se amigos, e sua amizade e companheirismo é um dos (vários) pontos altos do livro. Juntos, descobrem que Cittàgazze é assombrada por terríveis Espectros, criaturas que se alimentam da alma dos adultos (no mundo de Lyra, a alma são os dimons das pessoas. Como Will não possui dimon, Lyra conclui que no mundo do amigo e em Cittàgazze os dimons são internos).
 Também nessa cidade, tomam conhecimento sobre A Faca Sutil, capaz de cortar qualquer tipo de matéria em todo o universo e de abrir portais para outros mundos. Em determinado momento e levados pelas circunstâncias, Will torna-se o portador da faca e, a partir disso, uma grande responsabilidade toma conta de seu destino.

 Neste livro, descobrimos quais são as verdadeiras - e totalmente ousadas - intenções de Lorde Asriel: uma guerra contra A Autoridade (Deus), envolvendo feiticeiras, anjos e diversas outras criaturas fantásticas. Se o primeiro livro causou polêmica, A Faca Sutil eleva essa polêmica a terceira potência! A postura ateia do autor fica bem mais nítida e ele nos apresenta uma versão bastante inovadora sobre a ideia de "anjos caídos" ou "rebeldes" e deixa clara sua posição a respeito de um entidade que "controla" nossas vidas: 
Durante todos os milhares de anos da história humana, só tivemos mentiras, propaganda, crueldade e hipocrisia. Está na hora de começar de novo, mas desta vez da maneira certa...
  Senti falta da presença de Sra. Coulter e sua crueldade exemplar. Ela aparece de forma muito rápida neste volume mas é simplesmente porque outros acontecimentos se desenrolam em outros ambientes, então sua participação não faria tanto sentido. Existem outros personagens que retornam nessa estória e têm um grande desenvolvimento, inclusive um deles é responsável pela passagem mais emocionante do livro, que me fez chorar (pra variar né... sou uma manteiga derretida) mas não vou dar mais detalhes pra evitar spoilers.
Para um ser humano, nada vem naturalmente. Temos que aprender tudo o que fazemos. 
 A escrita simples e despretensiosa de Pulman faz com que a leitura seja gostosa e nada maçante e este volume é muito mais brutal que o primeiro. Percebi que, tanto o volume I quanto este, vão construindo uma espiral que nos permite um envolvimento gradativo com a trama e os personagens. Tive um pouco de dificuldade e resistência com A Bússola de Ouro, achei meio cansativo mas ao poucos comecei a gostar e, com A Faca Sutil, me rendi completamente! Este livro é ótimo, polêmico, ousado e emocionante. Vale muito a pena começar ler a série apenas para chegar neste volume.

 Espero que tenham gostado! Não deixem de comentar.

 Beijos!
 
 Onde comprar: SubmarinoAmazon

6 comentários:

  1. Sempre quis ler essa trilogia, ela parece ser muito boa!
    Beijos!
    lesobrinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Lê. Com certeza não irá se arrepender.
      Beijos.

      Excluir
  2. Wol! Parece ser muito bom e diferente. Se for tão foda quanto a capa já é nota 10! Beijos!

    http://mechamadebella.blogspot.com.br/2015/12/hair-como-chegar-ao-ruivo-natural.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu AMO as capas dessa trilogia! São realmente muito lindas.
      Beijão, Bella!

      Excluir